Gerenciando como a Máfia

23 11 2009

“Você consegue muito mais com uma palavra amável e um revólver do que apenas com uma palavra amável”.

– Al Capone –

No início deste ano planejei reescrever um dos meus romances e o eleito foi escrito há uns dez anos. É sobre a máfia italiana, assunto que muito me agrada não apenas pela tensão de saber quem será o próximo a morrer ou que plano oculto vai emergir no momento seguinte, mas por sua lógica diferenciada e a psicologia dos personagens.

Enfim… Um conjunto de acontecimentos fez com que eu optasse por postergar este projeto, ao menos por enquanto. Mas ao longo do ano, enquanto colhia dados para pesquisar o assunto, vi na mesa de um dos gerentes da empresa um livro que imediatamente me chamou a atenção.

“Gerenciando como a Máfia”: Um guia para o Maquiavel empresarial.

Não sei se por estratégia de marketing, ou para dar ênfase aos ensinamentos, o autor do livro se oculta pelo pseudônimo “V”. Nas primeiras páginas do livro o leitor encontra a explicação:

“V, que “assina” este texto, é um capo de renome que mantém vários endereços por todo o mundo. Sua residência atual é um segredo guardado a sete chaves”.

O livro está dividido em três partes, “Administrando a si próprio”, “Administrando os outros” e “O resto da coisa”, numa linguagem irônica e bem humorada, o autor fala dos objetivos de quem almeja o poder corporativo e, de forma fria, como agir para criar as oportunidades e fazer acontecer.

No final de cada uma das três partes do livro os ensinamentos são solidificados com a seção “Axiomas”, com várias frases de efeito, que comprovam a teoria mafiosa do autor. Seguem alguns exemplos:

“Pode-se esconder o fogo, mas não a fumaça”;

“É melhor que os seus inimigos o considerem louco, ao invés de sensato e racional”;

“A necessidade quebra todas as leis”;

“Sempre puxe a serpente para fora da cova, com a mão de outro”;

“Puna um, eduque cem”.

Agora muitos sabem a fonte de onde tiro as frases mafiosas que costumo colocar no GTalk para inspirar meu cotidiano corporativo, porque em determinadas empresas só gerenciando como a máfia!

Dados técnicos:

 O Livro

V., “Gerenciando como a Máfia”; tradução de Maria Lucia Cavinato.

São Paulo: Nobel, 2002.

Título Original: The Mafia Manager.

ISBN: 85-213-0963-5.

120 páginas.

Anúncios




O Mundo de Sofia

12 10 2008

A história começa com fatos misteriosos que passam a fazer parte do cotidiano de uma adolescente prestes a debutar, seu nome é Sofia.

A leitura do calhamaço de Jostein Gaarder é instigante pela qualidade narrativa da história da filosofia ocidental, desde a antiguidade clássica até os dias atuais.

E toda esta descrição de teorias das personalidades marcantes para o pensamento filosófico ocidental, que vão desde Tales de Mileto até Darwin, chegando até os contemporâneos, é feita em forma de diálogos entre a jovem Sofia e o seu professor de filosofia. Juntos, passam a fazer parte de uma história paralela. Que os faz formular seu próprio pensamento filosófico a respeito dos acontecimentos estranhos que lhes cercam e que são causados pela figura onipresente de um major, que envia postais do Líbano para sua filha Hilde, através de Sofia. O grande mistério é que Sofia não conhece ninguém com este nome. Aos poucos esta história paralela é desvendada, andando de mãos dadas com as lições passadas pelo professor de filosofia.

Todas as lições são muito bem exemplificadas pelo professor que sempre atende aos apelos de sua dedicada aluna, fazendo com que a leitura seja agradável, por mesclar momentos de filosofia pura com cenas engraçadas do universo que cerca Sofia e mais para o final do livro por cenas um tanto bizarras.

Dos poucos mais de trinta capítulos, todos com um título e uma frase que religiosamente será encontrada ao longo do texto, o leitor pode saber por antecedência qual será o assunto ou a personalidade tratada nas próximas páginas.

Apesar de ser um romance de ficção, o livro trás muitas informações sobre os filósofos e a arte e cultura de suas épocas, explanando os motivos que fizeram de Sócrates, Descartes, Locke, Kant, Marx dentre outros, figuras tão importantes da época em que viveram

O Autor

Jostein Gaarder, norueguês, nasceu em 1952; estudou Filosofia, Teologia e Literatura. A partir de 1991 ganhou projeção internacional com o Mundo de Sofia.

O Livro

GAARDER, Jostein. “O Mundo de Sofia: Romance da história da Filosofia”; tradução de João Azenha Jr.

São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

Título Original: Sofies verden.

ISBN: 978-85-7164-475-5.

560 páginas.