O guardião da fila

11 01 2010

 

Leituras

Sei que ao longo do ano a fila de leitura vai aumentar, eu me conheço. Comecei 2010 bem… Bem atrasada na leitura!

Por enquanto a fila está assim:

1- O Banquete (Platão);

2- Macbeth (William Shakespeare);

3- Hamlet (William Shakespeare);

4- A Comédia dos Erros (William Shakespeare);

5- Além do bem e do Mal (Friedrich Nietzsche);

6- Elogio da Loucura (Desidério Erasmo);

7- Pulp (Charles Bukowski);

8- O Perfume (Patrick Süskind);

9- O Médico e o Monstro (R. L. Stevenson);

10- Um estudo em vermelho (Arthur Conan Doyle);

11- Neuromancer (William Gibson);

12- O Guia do mochileiro das Galáxias (Douglas Adams);

13- Fahrenheit 451 (Ray Bradbury);

14- O Protocolo de Anúbis (William Goldoni);

15- Palhaços Sagrados (Tony Hillerman);

16- Os Filhos de Anansi (Neil Gaiman);

17- O Martelo de Deus (Arthur C. Clarke);

18- Viagem ao centro da Terra (Julio Verne);

19- Hannibal, A Origem do mal (Thomas Harris);

20- A Hora das Bruxas, Volume I (Anne Rice);

21- A Hora das Bruxas, Volume II (Anne Rice);

22- O Homem de Gelo (Philip Carlo);

23- Sombras da Noite (Stephen King);

24- Memórias de uma Gueixa (Arthur Golden);

25- A Paixão de Maria Madalena (Juan Tafur);

26- Beltimore e o Vampiro (Mike Mignola e Christopher Golden);

27- Contos Inacabados (J. R. R. Tolkien);

28- Piratas – Uma história geral dos roubos e crimes de piratas famosos (Charles Johnson);

29- Cavalo de Tróia 1: Jerusalém (J. J. Benitez);

30- Cavalo de Tróia 2: Massada (J. J. Benitez).

 Uma pretensa escritora que nunca leu Shakespeare? Vergonhoso, mas verdadeiro. E para me redimir deste terrível pecado, planejo ler três livros dele, além do DVD de Hamlet para complementar a leitura.

Nietzsche? Conheço algumas de suas frases de efeito e só. Por enquanto.

O Guia do Mochileiro das Galáxias: Alerta de perigo! Sei que são uns quatro, cinco livros, já pensou se me dá na veneta de ler TODOS? Ai…

Os Filhos de Anansi do Neil Gaiman… Prá não falar da série SANDMAN, que apesar de não mencionada na fila de leituras, está na espera de eu encontrar os volumes 2 (A Casa de Bonecas), 3 (Terra dos Sonhos) e 4 (Estação das Brumas) para completar a coleção. Sim, é bichisse da Loo mesmo, confesso.

Viagem ao centro da Terra: Apesar de algumas pessoas terem mencionado que o meu conto “Abaixo de Nós” do volume 2 da coleção Paradigmas lembra este romance do Julio Verne, eu ainda não li, mas fiquei curiosa. Mais um na fila!

O Homem de Gelo foi emprestado por um colega de trabalho que sabe dos meus gostos mafiosos. Será prioridade nas leituras, claro.

Stephen King é outro pecado mortal na minha vida. Também nunca li uma linha sua, mas a redenção virá com Sombras da noite, uma coletânea de contos.

Memórias de uma Gueixa, assim como Hamlet e O Perfume, terá a dobradinha que venho fazendo muito ultimamente: livro + filme. Ano passado foi assim com Harry Potter, O Senhor dos Anéis e As Brumas de Avalon. Recomendo fortemente esta prática, é bem interessante observar o mesmo enredo em outras mídias, sob óticas diferentes.

E A Paixão de Maria Madalena evidencia a minha fascinação por esta personagem tão controvérsia, que ostenta uma miríade de interpretações em torno de si: Nobre ou Prostituta? Amante ou Aprendiz? Santa ou apenas mulher?

Pois bem, são estes os livros que estão aguardando pacientemente sua vez de serem devorados. O gato preto se limita a desdenhar, observando a fila de livros executar movimentos sanfonados, ora crescendo, ora diminuindo, para em seguida crescer ainda mais, motivada pela sede curiosa de sua dona. 🙂

Anúncios




Paradigmas II – Resenha # 2

21 07 2009

A segunda resenha do livro Paradigmas Volume II li no blogsite da também escritora Cristina Lasaitis, autora do altamente recomendável livro de contos “Fábulas do Tempo e da Eternidade”.

Para ler seus comentários a respeito dos 13 contos do volume II e saber por que fiquei muito entusiasmada com suas palavras sobre o meu conto (Abaixo de Nós), clique aqui.





Paradigmas II – Resenha #1

18 05 2009

O livro Paradigmas II mal acabou de ser lançado e já possui uma resenha!

Quem a elaborou foi ninguém menos que Camila Fernandes, responsável pela revisão dos textos e autora de um dos contos.

Para dar uma espiada é só clicar aqui.





Quebrando Paradigmas!

4 05 2009

Paradigmas – Volume 2

Isso mesmo. Esta é a proposta da Tarja Editorial ao lançar os volumes da coleção Paradigmas, como descreve abaixo na sinopse do livro:

“Vivemos em um mundo onde os rótulos definem o que devemos consumir. Um universo de padrões. De predefinições. De paradigmas.

Conhecer o suficiente para gerar a capacidade de ignorar esses modelos é uma obrigação da literatura fantástica moderna. Seja na fantasia, no horror ou na ficção científica, assim como no realismo, o que importa é inovar constantemente. Conhecer as regras e quebrá-las por convicção, jamais por ignorância.

Causar o novo é preciso! Barreiras são erguidas apenas para serem colocadas abaixo. Um paradigma só é tão eterno quanto a capacidade de humana de desafiá-lo.

A coleção Paradigmas é justamente o ângulo que rompe a membrana entre os subgêneros consagrados para fomentar o nascimento do original. Nela são reunidos contos de – e para – uma geração de novos escritores, livres de preceitos e com a mente no futuro.

Abra as portas. Quebre os paradigmas! ”

Como co-autora do volume 2, convido os amigos e entusiastas da literatura nacional para o lançamento, que acontecerá no próximo dia 15 de Maio à partir das 18:30 hs no Bardo Batata. 😀





Dois lançamentos e um E-zine

9 11 2008

Na aba lançamentos duas excelentes novidades: a primeira é o livro “Predadores” do escritor Alexandre Heredia, a ser lançado no próximo dia 13/11, às 18:30 hs pela Editora Multifoco na Casa das Rosas (Av. Paulista, 37) e a segunda é o livro “O Protocolo de Anúbis” do escritor William Goldoni, com noite de autógrafos marcada para 25/11, à partir das 18:30 hs no Espaço Reserva Cultural (Av. Paulista, 900).

Conheço o trabalho dos dois autores e digo: Vale a pena conferir!

Obs.: Qualquer semelhança entre a capa do livro “Predadores” e o banner do meu blog é mera coincidência.

E agora falando de e-zines, já está disponível o terceiro número do Terrorzine, voltado exclusivamente para minicontos de terror, mas também trazendo a cada número entrevistas com escritores e dicas de livros.

Dentre os 33 minicontos publicados está “Subconsciente”, meu primeiro miniconto, já que decidi aceitar o convite de escrever uma história em um espaço reduzido.

O e-zine #3 pode ser baixado à partir do link: http://www.cranik.com/terrorzine3.pdf





Quem és tu, ó criatura!

24 08 2008

Nunca tive dúvidas sobre quem sou, a Luciana Muniz, mulher, Analista de sistemas, apaixonada por literatura e que se orgulha de colecionar amizades dos tempos mais remotos de sua existência. Mas não sei dizer ao certo quem é a Luciana Muniz escritora.

Quando senti a necessidade de criar um novo blog, com mais recursos e conteúdo diversificado, me dei conta de que algo havia mudado no meu comportamento com a escrita. Já não havia mais espaço para as crônicas carregadas de sentimento, marca registrada do meu antigo blog, eu senti a necessidade de buscar assuntos diferentes para escrever e também lapidar a forma de escrevê-los.

Percebi nos momentos em que planejava este blog, que dentro de mim não há mais espaço para a escrita por prazer, por hobby. Esta fase já passou.

Mas daí surgem as divagações filosóficas e perturbadoramente essenciais para os que planejam seguir um novo caminho: sobre o que escrever?

Não, não é uma pergunta idiota. O que quero dizer é: em que gênero da literatura meus textos se encaixam? Nos projetos em que participei, já dá para se ter uma noção da diversidade: na antologia Soltando o Verbo contribuí com duas crônicas, a antologia Vampirus Brasil reuniu contos sobre vampiros, sob o gênero de terror. E o projeto AlgóriA, em que estou trabalhando, se encaixa no gênero fantasia.

Deu para entender a minha preocupação?

Por isso a idéia de criar este espaço, onde eu possa fazer experimentações tanto com contos quanto com crônicas, com temas variados. O próprio banner já traduz a minha intenção com a descrição “Contos, Crônicas e outras experimentações”. Não é uma frase engraçadinha para cativar leitores, tampouco estilo literário, apenas um aviso aos navegantes sobre o que encontrarão nestas páginas.

Por isso não se assuste de em um mês ler um conto com temática sobrenatural e no mês seguinte algo totalmente urbano, isso fatalmente acontecerá.

A proposta deste blog é que haja uma descoberta a cada novo texto. E o mais interessante é que esta “descoberta” será uma via de duas mãos, pois ocorrerá gradualmente para a autora e para os amigos e leitores. Talvez eu descubra que o ideal é justamente ser eclética nos assuntos abordados, não sei. De qualquer modo continuarei buscando a minha identidade como escritora, sempre me perguntando: quem és tu, ó criatura!





De casa nova!

10 08 2008

Após meses ensaiando a inauguração da “casa nova” aqui estou. Não. Não vou discursar com dedo em riste prometendo (e ainda mais em época de eleição!) que serei disciplinada e que postarei religiosamente neste espaço todos os dias. Mas para ser razoável, assumi o compromisso de, pelo menos, manter o ritmo de quando contribuía para o Soltando o Verbo e para o site Novas Visões, ou seja, uma crônica a cada quinze dias e um conto mensal, que tal?

Como dito no funeral do Shadow of the Moon, a idéia é continuar com as experimentações mirabolantes com as letrinhas, testando os limites da minha imaginação e entretendo os visitantes.

Sejam todos bem vindos! 😀